Posts Tagged ‘George Perez’

Além dos novos 52! Histórias que não podem se perder no Flahspoint!

maio 9, 2013

No próximo mês o universo DC novos 52 comemora um ano no Brasil. Para alguns, este não é um motivo de comemoração… mas, independente de gosto pessoal, este novo universo DC ainda se encontra numa bagunça editorial em que fica difícil saber o que veio antes e o que começou agora… quais os personagens cuja cronologia ainda deve ao universo anterior e quais que começam do zero. O problema é que existe uma grande história por trás dos novos 52 e que, não fosse apenas pelo fato de alguns capítulos desse passado ainda serem extremamente relevantes para o presente (como é o caso das revisas do Lanterna Verde e do Batman), essas aventuras estariam esquecidas. Estas edições valem a pena serem tiradas do limbo do esquecimento para serem lidas e apreciadas pelos novos leitores e nós da Kingdom Comics vamos fazer este serviço cívico decenauta para você fiel leitor.

E não há lugar melhor pra começar do que pelos Vingadores… isso mesmo!

JLA_Avengers_George_Perez

Eles estão em todos os lugares hoje em dia graças ao filme de sucesso da Marvel Studios e, num passado não muito distante, eles estiveram no universo DC também. Um dos tesouros apagados da cronologia da nova DC é o encontro entre seus campeões da Liga da Justiça e o grupo de aventureiros da editora concorrente, os Vingadores, no título escrito por Kurt Busiek e belamente ilustrado pelo mestre George Perez “Liga da Justiça Versus Vingadores”. A simplicidade do nome da revista esconde o melhor cross-over entre editoras que já houve, uma aventura que esperou mais de 20 anos para ver a luz do dia.

No final dos anos 70 o artista George Perez já tinha seu nome escrito no panteão dos grandes artistas de quadrinhos graças a sua passagem pelo título dos Vingadores na Marvel e seu trabalho na revista da Liga da Justiça pela DC. Daí foi um pulo para ganhar o mundo com sua versão moderna dos Novos Titãs e reformular todo o universo de Super-homem e companhia na mega saga Crise nas Infinitas Terras. Tendo já trabalhado brilhantemente nos títulos das duas maiores equipes de cada editora, e se especializado por compor cenas épicas com dezenas de personagens em um mesmo painel, nada fazia mais sentido que escala-lo para fazer o maior cross-over entre as editoras. O projeto já estava com 20 páginas desenhadas quando  o tapete foi puxado. A época para colaborações havia terminado e seria preciso esperar até o começo do século XX para voltar a tocar no assunto.

Arte promocional do encontro entre os grupos nos anos 80

Arte promocional do encontro entre os grupos nos anos 80

Com o final dos anos 90 veio a grande crise dos quadrinhos norte-americanos e as editoras resolveram voltar a se unir em nome do bom e velho lucro gordo gerando histórias de gosto duvidoso e que não chegavam a corresponder a expectativa. Mas a chama se acendeu em Kurt Busiek e no então editor da Marvel Joe Quesada. George Perez havia voltado com toda força ao mundo dos quadrinhos ilustrando os Vingadores de Busiek e a Liga da Justiça também gozava de uma sequência de prestígios depois que o polêmico escritor Grant Morrisson trouxe de volta os 7 heróis fundadores que estavam a anos fora da formação da Liga. O terreno estava pronto para fazer o maior cross-over de editoras da terra, só desta vez os envolvidos tinham mais do que lucro em mente! Havia um projeto interrompido que era a paixão de Perez e a habilidade de escritor e a empolgação típica de fanboy de Busiek que não ia perder a oportunidade de abusar das capacidades de seu parceiro do lápis e colocar cada membro que já participou de uma história da Liga ou do Vingadores numa revista.

Justice-League-vs-Avengers

O resultado, como esperado, foi de encher os olhos. Toda a atenção de detalhes e o conhecimento histórico de Busiek se misturou a um George Perez possuído pela vontade de produzir e Liga Vs Vingadores não só foi a melhor história entre os dois universos como desbancou sem dificuldades a horrível mini-série Marvel Vs DC publicada alguns anos antes. São 4 edições de puro orgasmo marvete e decenauta em que todos, simplesmente todos os personagens que já passaram pelo folclore dos dois grupos aparecem e muito mais.

Teams2

História em quadrinhos de Super-herói com qualidade, substância e amor na produção, isso é Liga da Justiça Versus Vingadores. E se você é fã de carteirinha de George Perez, não pode perder a memorável visita que o artista vai fazer ao Brasil durante o oitavo Festival Internacional de Quadrinhos que será realizado em Belo Horizonte em Novembro!!

Fique de olho:

AnucioFIQ

 

 

Liga da Justiça Versus Vingadores – mini-série em 4 edições pacote completo: R$ 50,00! Aqui na Kingdom Comics!

Notícias Quentes do Reino dos Quadrinhos!

fevereiro 25, 2011

– Escritor da Vertigo dará continuidade a história “Grounded” da revista Superman!


Chris Roberson, escritor responsável, junto com Michael Allred, pela série I Zombie e as mini-séries de Cinderella de Fábulas, assumiu a responsabilidade de dar continuação ao arco “Grounded” da revista Supeman desde o número #707.

O arco, escrito por J. Michael Strazinsky,  teve início após o final de “New Kripton” e mostrava um Super-homem de ultra-direita retomando seu contato com a terra e seus habitantes em um longo passeio a pé pelo interior dos Estados Unidos.

Polêmica, a história foi bombardeada pela crítica (não sem motivo) e foi considerada por muitos uma da piores histórias do Homem de Aço. Por motivos ainda não explicados, o escritor abandonou a série pela metade, juntamente com seu trabalho no título da Mulher Maravilha,  e teve que ser substituído.

Robinson dá dicas em seus primeiros números de que existe algo por trás da atitude confusa do Super-homem nas edições de Strazinsky – ” O Super-homem do pós-crise nunca teve que lidar com a perda. E após o falecimento de seu pai e a queda de Nova Kripton, Kal-el tem que reencontrar o que é ser o Super-Homem, e isso envolve tomar decisões erradas.”

É esperar para ver se o dano pode ser consertado. Veja abaixo a capa da edição # 709 de John Cassaday, com a presença de Flash/Barry Allen:

– O “Menino-do-dedo-Marrom” Rob Liefild pode enterrar o selo Kaboom! antes mesmo do lançamento!

Está semana foi dada a notícia de que a editora Boom! Studios ia revitalizar seu selo infantil após a perda dos títulos da Pixar pra Marvel e o selo seria renoemado de kaboom!, com todas as letras minúsculas. Agora o “artista” Rob Liefield resolveu processar editora pelo fato do nome kaboom! ser possivelmente retirado de sua revista Kaboom, criada em parceria com o desenhista Jeff Matsuda que teve publicação no começo do século XXI. Mesmo o nome se tratando de uma onomatopéia que acompanha os quadrinhos a pelo menos 70 anos, Liefield deu prosseguimento ao processo baseado no fato que ambos os nomes são destinados a uma faixa etária semelhante. Confiram abaixo a imagem do Kaboom de Liefield e Jeff Matsuda:

– Primeiras imagens de Toy Story: Hawaiian Vacation, o primeiro curta de Toy Story!

E falando em Pixar. Foram divulgadas hoje as primeiras imagens do novo curta da produtora e o primeiro dentro da franquia de sucesso Toy Story. Toy Story: Hawaiian Vacation é dirigido por Gary Rydstrom e passará antes de Carros 2. Confiram as imagens abaixo:

– Veja a capa alternativa de FF pelo colorista da série!

O colorista Stan Goldberg, responsável pelas cores da revista do Quarteto Fantastico, faz sua estréia como desenhista na capa da número um do novo título FF. Apesar de simplório, a capa tem um saudoso ar de era de prata. Confira abaixo:

– Conheça um George Perez diferente do usual na capa de Comics Revue #300!

O artista, e eventual escritor, George Perez já é um grande conhecido no mundo dos quadrinhos de Super-heróis. Seu estilo, marcado pelo traço épico e MEGA-detalhista, já embeleza os comics a mais de 30 anos sempre com a mesma qualidade. Por isso mesmo foi com surpresa que nos deparamos com sua arte para a capa da revista Comics Revue #300.

A capa, com uma reunião de personagens da aurora dos comics, foi feita toda a lápis e que depois foi colorido pelo computador. Confira abaixo o resultado final:

– Rain City Super-heroes:A moda, questionável, de pessoas se vestirem de heróis e irem pras ruas acaba de ficar mais complexa!

Ontem em nosso blog apresentamos os heróis mascarados da vida real: The Statesman (da Inglaterra) e Phoenix Jones (de Seattle). Apesar de termos falado deles apenas agora, estes vigilantes já vem patrulhando suas cidades a algum tempo. Principalmente Phoenix, que diferente de outros cidadãos que praticam o vigilantismo nas noites fazendo patrulhas e cuidando de pessoas sem teto, encara realmente o submundo de Seattle, tendo sido esfaqueado e baleado no processo. E isso tem sido motivo de preocupação.

Agora Phoenix, respondendo a críticas do grupo de policiamento cidadão – Real Life Super-Heroes – quanto a sua abordagem física dos problemas das ruas, montou sua própria equipe de malucos Super-Herois: The Rain City Superheroes. Que conta com a presença de Buster Doe, Pitch Black, Blue Sparrow e Ski Man.

De acordo com Phoenix Jones “Entregar comida aos sem-teto é uma ação de valor, mas não é o que um super-heroi faz. Se você se veste de vermelho e anda em um caminhão de bombeiro as pessoas esperam que você apague incêndios. Se você se veste de Super-herói, as pessoas esperam que você combata o crime”

Agora essas duas facções divergentes estão em pé de guerra em seattle, gerando uma espécie de Guerra Civil nas ruas da cidade. Mark Millar deve estar se divertindo muito

ZetaMan - do grupo Real Life Super-Heroes

– Flashpoint Friday: Conheça a nova casa dos autores que perderam suas revistas recém-canceladas!

A DC anunciou no começo do mês uma série de cancelamentos que darão lugar a miniséries da mega saga Flashpoint. Agora foram anunciados os títulos flashpoints que os criadores ociosos iram produzir.

Tony Bedard perde R.E.B.E.L.S. e faz Emperor Aquaman, mini-série de 3 edições. Abnett e Lanning escrevem Wonder Woman and the Amazons. Keith Giffen ainda está sem revista, mas um movimento já começou entre os fãs para trazer de volta o título de Doom Patrol.

– Cosplays bem feitos + Bom fotógrafo = exposição Femme Fatales!

Estréia nas Phillipinas a exposição Femme Fatales, do fotografo Jay Tablante. O tema da exposição são as cosplays, específicamente as de super-heroinas da Marvel. Mas chega de papo, curtam as belas fotos:

– Veja algumas imagens do mestre Jordi Bernet na revista do Johan Hex!

Um dos mestres do quadrinhos espanhol, Jordi Bernet, não é um estranho para o público brasileiro. Seu trabalho já foi publicado na revista Animal em em vários albuns de seu personagem gangstar de sangue-frio Torpedo.

Mas poucos sabem que o artista agora mantém um relacionamento forte com o mercado de quadrinhos americano, mais especificamente com a editora DC onde já contribuiu para revista do Spirit, e vem colaborando no título de Jonah Hex desde 2006.

Agora ele volta a revista do caçador de recompenças mais mau humorado do oeste em uma história nas motanhas geladas no norte. Confiram um preview da bela arte de Bernet:

– Imagem promocional de Guerra dos Lanternas Verdes!

A DC acaba de divulgar uma imagem promocional de War of the Green Lanterns com a frase “Beware their power. The war of the Green Lanterns”. A imagem, sem crédito, é bem legal. Confiram abaixo:

– Como são feitas as capas de Sandman!

Sandman e Dave McKean são interligados desde o começo da série. O artista plástico fez todas as capas da série juntamente com seus especiais e edições encadernadas (menos a capa de Dream Hunters). As belas capas são produzidas das maneiras mais diversas, mas realmente é difícil de imaginar o tamanho e o trabalho envolvido em sua confecção. Até agora!

O site Comics Alliance divulgou uma foto com o a arte original da capa de Sandman #1. E a única palavara que vem na mente é : Indescritível. Confiram Abaixo:

Notícias Quentes do Reino dos Quadrinhos!

janeiro 20, 2011

Bem vindos de volta leitores. Depois da edição extra de hoje de manhã, voltamos com as notícias do dia. Hoje temos Superchoque, G.I.Joe e muito mais! E uma novidade! Agora todo dia teremos a seção Arte do Reino onde a cada edição do Notícias colocaremos uma arte escolhida por dia.

Saboreiem!

– Obras de Joe Kubert serão reimpressas!

Jew Gangster

Três trabalhos do grande Joe Kubert serão reimpressos neste mês de maio. Os títulos são Yosel, Jew Gangster e Dong Xoai. Se você não conhece o trabalho magnífico de Joe Kubert, essas serão boas oportunidades. Cada Graphic Novel é escrita, desenhada e finalizada por este mestre da arte sequencial.

Dong Xoai

Yossel

– Flashpoint: Secret Six vira Secret Seven, por George Perez!

O grande artista George Pereza afirmou em sua página na internet que está participando de um projeto chamado Secret Seven escrito por Gail Simone. A mini-série é um dos títulos variantes da saga Flashpoint e a parceria de George e Gail é muito bem vinda desde a história curta que produziram juntos em Wonder Woman #600.

– Mudanças drásticas em G.I.Joe da IDW preparam terreno para revista mensal de Snake Eyes!

No número #12 de G.I.Joe um acontecimento bombástico mudou o status quo da corporação Cobra e dos Joes por consequência. Como essa revista não é publicada no Brasil, ai vai o spoiler: O comandante Cobra é assassinado com um tiro na cabeça. O que vem depois é uma verdadeira guerra civil dentro da organização e o parâmetro para escolher o novo lider vai ser bem simples – Quem matar mais Joes ganha! No desenrolar desta históira um novo título vai tomar o lugar de G.I.Joe Secret Origins, o título mensal de Snake eyes por Chuck Dixon e Robert Atkins.

– Nova mensal de Superchoque está planejada para durar!

Em breve o personagem mais popular da extinta Mileston Media, Superchoque, vai ter seu novo título mensal! A revista será escrita por Felícia D. Henderson, escritora das séries Fringe e Gossip Girl e que já passou pelo mundo das quatro cores escrevendo Teen Titans, justamente na fase em que Superchoque participou da formação do time.

– Arte do reino: Deadpool ou Wilson do barquinho de vapor!

Até amanhã amigos!

Lima!