Conto: Um universo entre o setor de diversão

by

Entre o Conic e o Conjunto Nacional,
Há a pior quadro pintado pelo Estado.
Se fossem nomear a horrenda obra,
O nome provavelmente seria:
O descaso abraça o abandono
Ou…

O nascimento do exército de Viramundo.
Exército esse que marchará até a praça dos três poderes
E de lá ameaçará a ordem
E derrubará o poder desse sistema torto.

Fabricante de indigentes e viciados pelo domínio,
Que escraviza e destroem a vida de milhares
Pelo capricho de alguns poucos senhores.
Mas a cidade é a capital da esperança?
Esperança de que?
Esperança para quem?

Entre o Conic e o Conjunto Nacional
Há árvores que escondem debaixo de suas copas a pobreza
Que a cidade não quer ver,
Mas que desfila sua miséria pelas plataformas da rodoviária.
Entre o Conic e o Conjunto…

Um universo inteiro de degradação e outras mazelas,
Não surge um herói para buscar a paz.
A cidade moderna segue os passos de suas velhas companheiras,
Um levante de mendigos ainda tomará a cidade,
Todos com pedras nas mãos
E quando isso acontecer,
Não digam que eu não avisei!

Diogo Ramalho

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: