Veja se é isso que você busca…

by

Robson Leão
MSN: robsonleao@yahoo.com


Você deixa seu corpo afundar na cama. Apesar de velho e deformado, o colchão aparenta ser macio como uma nuvem para suas costas doloridas e para os seus exaustos membros. É a primeira noite de sono que você terá em uma semana de aventuras e confrontos para desbaratar a rede de tráfico de pessoas. Você sente o calor do álcool fluir pelo seu corpo, relaxando-o ainda mais. Os aromas invadem seu nariz: o incenso trazido do oriente, as diversas ervas que seu grupo confiou a você e o cheiro de óleo de tratar lâminas….. o que é engraçado, uma vez que você estava viajando há algum tempo sem poder tratar do seu equipamento…. de sobressalto você abre o olho, e leva um tempo para reconhecer quem pressiona a adaga contra o seu pescoço…. 

“Achou que havia se livrado de mim?”

Sempre me surpreendo com o poder que o RPG possui. Como tomamos as rédeas de personagens fictícios que não passam de um emaranhado de números confusos que referenciam tabelas obscuras e transformamos em seres vivos, profundos, com qualidades e defeitos, passados e sonhos. Também me surpreende o quanto aprendemos sobre nós mesmos, uma vez que sempre emprestamos um pouco de nós, um pouco do nosso íntimo ao soprar vida nestes personagens.

Depois, já dentro da aventura ele conhece aqueles que serão seus companheiros, que por muitas vezes salvarão sua vida(e em algumas a colocarão em risco). Será que um deles virá a ser o melhor amigo, ou o maior antagonista? De repente, o alvo de uma paixão? Extrapolando a fronteira do grupo, o mundo que será fonte de aventuras, alegrias e tristezas, riquezas e dificuldades. Esquemas a serem desfeitos, pessoas a serem salvas, riquezas a serem coletadas, povos a serem governados.

Não há limites para aquele personagem recém-criado. Aquele bando de números desenhados com capricho na folha branca tem um mundo de opções a sua frente. Amanhã ao guardar esta mesma folha amarelada pelo tempo, já rabiscada com caneta e lápis, mostrando cicatrizes de ferimentos levados, riquezas conseguidas e perdidas, anotações sobre informações que foram muito importantes numa aventura e hoje você não faz a mínima ideia do que significa, você olhará seu personagem e tal como um bardo, contará suas desventuras por um mundo para sempre transformado. Ele fez a diferença. Ele existiu. Ele foi seu amigo, seu filho, seu irmão. Tantas lutas, tristezas, apertos. Tantas paixões, alegrias e prêmios.

Uma vida se passa e você a viveu. Cada segundo, cada combate, cada suspiro. E o RPG trouxe essa vida, permitiu que você a vivesse. Por alguns momentos na sua imaginação, uma vida foi criada. Isso é o que mais me surpreende no RPG, esse poder de criar vidas, sim plural, vidas, pois cada personagem que você joga deixa sua marca, é uma experiência que se soma a sua.

Portanto, deixo minha homenagem neste primeiro post ao Corsyr, ao Karel, à Nina, à Tomishiko, ao Magnus, e a tantos outros com quem convivi, com quem vivi, e mesmo aposentados ou mortos, ainda vivem em meu coração.

Anúncios

Tags: ,

2 Respostas to “Veja se é isso que você busca…”

  1. Lidyanne Beresnitzky Says:

    Muito bom Robson !!!!! que saudade desse amigão e grande mestre de RPG!!!!

  2. Robson Leão Says:

    Saudades de todos aih tambem, Lidy. Quando voces vem por essas bandas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: